2 de set de 2017

No elevador social da casa dos pais, ao fechar da porta, pescoço novamente entre os braços apertados, rosto com rosto forçando o olhar no espelho, e a pergunta (agora só imaginada): "A gente combina?". Dirá sem plateia a resposta definitiva.

Nenhum comentário:

Amor e confiança

E foi que depois de tempos de tempestade combinaram, ela e o vento, que não haveria sequer brisa em seu jardim. Selaram pacto. Houve orvalho...